Tag Archive: ALL


Diário de Cuiabá – 28/04/2010

Falta de concorrência, deixa valor próximo do que é cobrado pelo transporte rodoviário

Monopólio. Concessão. Direito de exclusividade. Falta de concorrência. Essas palavras são usadas pelos produtores mato-grossenses para denunciar os altos preços do frete cobrados pela detentora da concessão de exploração do transporte ferroviário no Estado, a América Latina Logística (ALL). “A ferrovia chegou a Mato Grosso, mas a situação não melhorou em nada para o produtor em termos de preço, como se falava antes da chegada dos trilhos”, critica o presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado (Aprosoja), Glauber Silveira. Continue lendo

Anúncios

Diário de Cuiabá – 26/04/2010

Mesmo que a safrinha se confirme recorde na temporada, ATC/MT garante que frota de caminhões é suficiente para transportar o cereal

Se depender de caminhões, o escoamento das 9,5 milhões de toneladas previstas para a safrinha 2010, em Mato Grosso, está garantido. Pela previsão da Associação dos Transportadores de Cargas do Estado (ATC), a frota atual – cerca de 12 mil caminhões – “é mais do que suficiente” para realizar a remoção da safra aos consumidores finais, como também, aos portos. A colheita está prevista para começar no próximo mês, com término em julho em todas as regiões do Estado. Continue lendo

Agrolink – 01/04/2010

Produção deve ser 12% maior durante a safra

A ALL – América Latina Logística deu início aos preparativos para o transporte safra 2010. Os investimentos, avaliados em R$100 milhões, tiveram início no terceiro trimestre e contemplam aumento na capacidade de ativos, melhorias tecnológicas, incrementos em via permanente e adequação das linhas e infra-estrutura. Continue lendo

Diário do Norte do Paraná – 29/03/2010

A grande produtividade das lavouras de soja da região se reflete no aumento da contratação de caminhões para o frete e, consequentemente, do frete cobrado por caminhoneiros e transportadoras.

Na região de Maringá, o valor do frete aumentou, em média, 50% em comparação com o período de entressafra. Um serviço de transporte de carga padrão, que custava R$ 1.000 até o final de 2009, agora custa em média R$ 1.500. Continue lendo

ALL obtém licenças do Ibama

Diário de Cuiabá – 25/03/2010

A América Latina Logística (ALL), empresa responsável pela construção da ferrovia Senador Vicente Vuolo, que liga os municípios de Alto Araguaia a Rondonópolis, em Mato Grosso, recebeu do Ibama a Licença de Instalação (LI) e a Autorização de Supressão Vegetal (ASV) do segmento 2, relativa à segunda etapa da obra. A autorização permite o avanço de cerca de 165 quilômetros no traçado, de um total de 251 quilômetros até Rondonópolis (210 quilômetros ao sul de Cuiabá). Continue lendo

Reuters – 15/03/2010

ALTO ARAGUAIA, Mato Grosso (Reuters) – “Não pode descuidar. Descuidou, já era”, ensinou o caminhoneiro Antônio Rivaldo, apontando os riscos de “puxar” soja nas estradas de Mato Grosso.

“É um verdadeiro corredor da morte”, continuou ele, falando quando o tráfego parou na BR-364, perto do município de Pedra Preta (MT), por causa de um acidente envolvendo um ônibus. Continue lendo

Agência Brasil – 09/03/2010

A América Latina Logística (ALL), empresa que arrendou a Ferronorte, informou nesta segunda-feira (8) que vai recorrer da decisão judicial que torna nula a concessão de uma área do Porto de Santos, em São Paulo, por falta de licitação. De acordo com a empresa, a área de mais de 500 mil metros quadrados (m²) é um importante ponto de armazenamento de commodities do Centro-Oeste que são escoadas pelas ferrovias da Ferronorte. Continue lendo

Jornal do Comércio – 08/03/2010

Com pista simples, sem sinalização, cheia de buracos e com trânsito de 15 mil carretas por dia, a BR-364 é conhecida como “corredor da morte”. No trecho entre Cuiabá e Rondonópolis passam dois terços da soja produzida em Mato Grosso em direção à ferrovia ou aos portos de São Paulo e Paraná. Com o trânsito intenso, um acidente ou a simples avaria de um veículo leva à formação de filas de até 30 quilômetros. Continue lendo