Category: Armazenagem


Reuters – 27/12/2011

SÃO PAULO – O Porto de Paranaguá se prepara para recuperar cargas a granel, especialmente soja e milho, que haviam migrado a outros portos nos últimos anos por entraves burocráticos e de estrutura, e estabelecer novo pico de movimentação em 2012, disse o superintendente do porto paranaense. Continue lendo

Anúncios

Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA) – 27/12/2011

O Corredor de Exportação do Porto de Paranaguá acaba de atingir a maior movimentação de sua história. De janeiro até esta segunda-feira (26), foram 13,9 milhões de toneladas de produtos exportados pelo Corredor. O recorde anterior foi registrado em 2001, quando foram exportados pelo complexo 13,8 milhões de toneladas de produtos. Continue lendo

Gazeta Digital – 13/12/2011

Capacidade de estocagem da safra estadual está 12% inferior ao volume produzido nesta temporada

Sem acompanhar o ritmo de incremento da produtividade agrícola de Mato Grosso, o número de armazéns existentes no Estado tem atualmente capacidade estática 12,47% inferior à produção, deixando de atender 3,904 milhões de toneladas de grãos. Para abrigar 31,312 milhões (t) projetadas para a safra 2011/2012 há atualmente 2,128 mil silos cadastrados junto à Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que poderiam armazenar 27,408 milhões de toneladas. Continue lendo

Embrapa Milho e Sorgo – 23/11/2011

Alternativas para a melhoria do escoamento da safra de grãos no estado de Mato Grosso para diminuir os custos de produção foram o principal tema discutido durante a abertura do XI Seminário Nacional de Milho Safrinha, realizada no final da tarde desta segunda-feira, 21, em Lucas do Rio Verde-MT. O governador do estado do Amapá Camilo Capiberibe (PSB), presente no evento, apresentou a proposta de intensificação de ações para viabilizar o transporte fluvial por meio da utilização do Porto de Santana (antigo Porto de Macapá), localizado às margens do rio Amazonas.

Continue lendo

Jornal do Comércio – 27/01/2011

De acordo com estudo da Famato, o transporte dos grãos por hidrovia reduziria os custos em 70% na comparação ao rodoviário, e por ferrovia seriam 35% menores

Os produtores brasileiros iniciaram neste mês a colheita de uma safra recorde, de 149,41 milhões de toneladas de grãos, e mais uma vez a chamada eficiência da porteira para dentro não encontrará correspondência do lado de fora. No momento de escoar a produção, eles encontrarão pela frente os já conhecidos desafios logísticos, apesar das várias obras de infraestrutura anunciadas nos últimos anos, em especial para a região Centro-Oeste, maior produtora do País. De acordo com estudo da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), o transporte dos grãos por hidrovia reduziria os custos em 70%; por ferrovia seriam 35% menores. Mas, nesta safra, o estado, maior produtor nacional de soja, continuará a escoar 90% da colheita por via rodoviária. Continue lendo

Agrolink – 31/05/2010

De forma consistente, nas quatro últimas safras (incluindo a de 2009/10) o Brasil vem colhendo mais do que 50 milhões de toneladas de milho, o que indica um novo piso de produção deste cereal no país. As safras anteriores que mais se aproximaram deste valor foram uma de 47 milhões e duas outras de 42 milhões de toneladas. Este novo piso de produção estabeleceu novos desafios, visto que o consumo interno, mesmo crescendo, hoje ainda se situa ao redor de 46 milhões de toneladas (informações da Conab, Companhia Nacional de Abastecimento). Esta diferença vem alimentando o estoque de passagem que, em virtude das dificuldades encontradas para exportar maiores quantidades de milho, vem deprimindo os preços internos. Este último aspecto tem ocupado as manchetes dos jornais e levado a discussões que até então eram raras na definição de políticas agrícolas no Brasil, tais como a possibilidade de reajustar, para baixo, o preço mínimo do milho na próxima safra. Continue lendo

Folha de Londrina – 03/05/2010

Apesar de ter a melhor estrutura de armazenagem do País, capacidade fica abaixo do necessário; faltam ainda caminhões para o transporte e agilidade no Porto

Curitiba – Com praticamente 100% da soja já colhida nos campos dos dois maiores produtores do País, os estados do Paraná e Mato Grosso, os números nacionais, assim como no Paraná, confirmam as previsões de uma super safra de grãos para 2009/2010. Os recordes, porém, acabaram colocando produtores e cooperativas diante do desafio de escoar a produção sem dispor de infraestrutura condizente com os números alcançados. Continue lendo

DCI – Diário do Comércio & Indústria – 30/04/2010

SÃO PAULO – O Brasil Mezanino Infraestrutura (BMI), fundo para o setor de infraestrutura da Darby Stratus e do Grupo Stratus, efetuou um investimento de R$ 35 milhões no T-Grão Cargo Terminal de Graneis S.A., terminal portuário privado no Porto de Santos especializado na movimentação de grãos. Os recursos do investimento serão utilizados para expandir a capacidade operacional do terminal e habilitá-lo também para a exportação de grãos. Atualmente o terminal opera na importação, principalmente trigo. Continue lendo

da Assessoria de Imprensa – 16/04/2010

Mais duas empresas, a AB Comércio de Insumos e a Transportadora Binacional, vão se instalar no Terminal da Ferroeste em Cascavel. Ambas acabam de ser credenciadas no processo de chamamento público que a ferrovia abriu para atender empresas interessadas em construir silos, áreas de transbordo, e movimentar cargas através daquele terminal. Continue lendo

Gazeta do Povo – 15/04/2010

Safra recorde excede capacidade de armazéns e exige soluções alternativas para estocar a produção de grãos. Entre soja e milho, estado deve colher 25 milhões de toneladas

José Rocher

O gargalo logístico com a falta de armazéns se voltou com toda força contra a agricultura do Paraná nesta safra. Chegou-se ao limite de espaço num momento em que 2 milhões de toneladas de milho e soja – 10% da produção prevista – ainda estão por colher. As dificuldades começaram pelo Sudoeste e pelo Oeste, onde a colheita ocorre primeiro, e agora se estendem a todas as regiões. Para não deixar a produção ao relento, o setor improvisa abrigos e dá corda ao escoamento. Continue lendo

Agrolink – 14/04/2010

A insuficiência de armazéns é um problema crônico que se manifesta a cada nova safra agrícola catarinense. De acordo com a Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina (Ocesc), a atual capacidade de armazenagem de cereais é de pouco mais que 4 milhões de toneladas para uma produção de 7,5 milhões (*) de grãos, gerando um déficit de 40% das necessidades. Continue lendo

Gazeta do Povo – 15/04/2010

Hélio Strassacapa, Jornal de Maringá Online

Antigos barracões usados para armazenar café e instalações arrendadas socorrem os produtores de grãos que enfrentam falta de espaço de armazenagem no Noroeste do estado. A Cocamar, de Maringá, tem capacidade para receber 600 mil toneladas de grãos e, mesmo assim, precisou alocar 50 mil toneladas de soja em espaços alternativos, relata o superintendente comercial, José Cícero Aderaldo. Continue lendo

JM – Jornal de Maringá – 15/04/2010

Para não ficarem reféns da disponibilidade de espaço em armazéns públicos e de cooperativas, grandes produtores buscam cada vez mais investir em estruturas próprias. “A construção de silos na propriedade é um excelente investimento. É mais fácil de agregar valor e dá mais liberdade de comercialização”, diz o produtor de grãos, Osmar Benedito do Oliveira, que ergueu quatro armazéns em sua propriedade, em Iguaraçu, região Noroeste. Continue lendo

La Nación – Argentina – 06/04/2010

El 45% de la cosecha se acopiaría con esta técnica. Los productores rurales optan por esta alternativa para desestacionalizar las ventas de granos.

Mientras la cosecha de soja y la de maíz aceleran su marcha, un dato se destaca en pleno fragor de la campaña. Es el boom de ventas de bolsas plásticas o silos bolsas para granos. Se trata de esos enormes “chorizos blancos” de 60 metros de largo y con capacidad para unas 200 toneladas que suelen verse desde el costado de cualquier ruta y que los productores usan para guardar la cosecha a campo. Por ese boom se estima que se van a almacenar con esta técnica entre 40 y 45 millones de toneladas, una cifra récord. Es casi el 45% de la cosecha de todos los granos. Continue lendo

Trigo encalhado

Globo Online – 12/04/2010

O Rio Grande do Sul colheu quase 1,9 milhão de toneladas de trigo na safra passada. Mas, depois de cinco meses da colheita do produto, o mercado continua parado. Os agricultores reclamam que o preço está muito baixo e mesmo assim não há comprador.

O agricultor Décio Teixeira ainda não comercializou mais da metade da produção de trigo colhida no ano passado. Os silos da propriedade em Cruz Alta, no noroeste gaúcho, antes ocupados com o cereal, tiveram que ser esvaziados para dar lugar à soja recém colhida. A operação pesou no bolso do agricultor. Continue lendo